28 de janeiro de 2015

#DiárioDetoxSCP : DIcas Dia 01

A salada verde de entrada pode estar presente todos os dias se você achar necessário. Ela pode ser composta da mistura de várias folhas verdes, escolha as que gosta mais. Será apresentado aqui a receita de alguns molhos de salada que podem ser usados no detox. Mas, azeite, sal e limão é sempre permitido.

Para a batata doce pique-as em quadrados tamanho médio, coloque canela, noz moscada, cominho e sal. Coloque em uma forma antiaderente com azeite por cima e leve ao forno até ficarem douradas. Coloque papel alumínio e tire quando ver que já estão cozidas, deixando mais um pouquinho para dourar. 

O espaguete de abobrinha, a manga com maracujá e a sopa de abóbora são receitas do Livro Detox, da Andrea Henrique. Eu já tenho este livro há 2 anos e, embora eu nunca tenha feito o detox, eu adoro as receitas e já fiz algumas para meus jantares, que eu prefiro que sejam leves e vegetarianos, em sua maioria.

O espaguete de abobrinha é feito utilizando a abobrinha como "massa" e servido com um molho de tomate fresco. Não cozinhe a abobrinha, doure um alho com azeite e jogue a abobrinha nesta frigideira quente e desligue logo em seguida. O molho de tomate também deve ser bem fresco, refogue a cebola com azeite, coloque tomates picados e desligue o fogo. Coloque folhas de manjericão e sirva por cima da abobrinha.

Para a Compota de pera, cozinhe a pera com um copo de água, a polpa de 1 maracujá, gotas de extrato de baunilha e uma colher de sopa de mel ou agave, Quando a pera estiver macia retire-a da panela e deixe o molho reduzir um pouco.

Para a sopa, cozinhe a abóbora e reserve na própria água. Em outra panela, doure um alho com azeite. Junte a abóbora com o alho refogado e bata tudo no mixer ou liquidificador. Acerte o sal, o mínimo possível, e aqueça novamente se desejar. Sirva com gergelim, preto por cima.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...