28 de janeiro de 2013

Como Ser Magra Comendo de Tudo? Equilíbrio!

Eu na aula de Funcional, com a maior cara de sono!
Foto: Studio R4h
Todo mundo me pergunta como consigo gostar tanto de comer e ainda ser magra. Tendência, dizem. Não, definitivamente não é "tendência", não é fator genético. Para mim a nutrição saudável é uma questão de equilíbrio. Não só equilíbrio nutricional de proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais, mas também equilíbrio emocional e comportamental.  Temos que ter uma boa alimentação rica em verduras e frutas, de preferência preparada em casa, com calma, carinho e dedicação. Mas não precisamos encarar o alimento como se ele fosse uma bula de remédio: quantas calorias tem? Quantos gramas devo comer?

Temos que fugir da calórias vazias no dia-a-dia. Deixando bolos, doces, frituras, guloseimas e comidas compradas prontas para o final de semana. Ou melhor, para "de vez em em quando". Não existem proibições, mas devemos ter bom senso! É isto que tento ensinar para meus clientes nas consultas. Temos que aprender a fazer as escolhas corretas. Precisamos nos preocupar mais com o que colocamos dentro do nosso corpo. Se o negócio é ruim, com ingredientes que não fazem bem, eu não como. Não como mesmo! A não ser que seja inevitável. Muitas pessoas se preocupam tanto com o posto de gasolina em que abastecem o carro, mas colocam qualquer coisa na nossa máquina mais importante...

Eu como doces, como tudo que coloco aqui no blog. Mas em primeiro lugar, procuro não exagerar na quantidade, apesar de reconhecer que algumas vezes como mais do que devia. E depois procuro comer os doces em casa. Isso faz muita diferença. Pois, eu só uso ingredientes de qualidade e sei o que estou comendo. Quando como um bolo, sei que estou comendo farinha, açúcar, manteiga e ovos. Na rua não sei. Colocam coisas que nem imaginamos. 

No dia-a-dia, tenho um almoço normal, típico de brasileiro: arroz, carne, verdura refogada e salada. No jantar, uma sopa de legumes, suflê de vegetais, lanche do Ju, salada de soja. Para o café da manhã e da tarde, frutas, leite, iogurte, pão integral, sucos naturais e queijo branco. Se tiver algum segredo neste cardápio que descrevi, destaco a variação. Sempre vario muito o tipo e forma de preparo da carne, do legume e da salada. Só não me utilizo de mais ingredientes diferentes por que o supermercado no interior não ajuda.

É chato fazer almoço todo dia? É! Toma tempo, cansa. Mas, os benefícios compensam. Quando trabalhava fora de casa, comia alguns dias fora, outros em casa ou ainda levava marmita. No final de semana eu fazia vários pratos, os congelava e já deixava salada lavada. Mais uma vez, os benefícios compensam!

Parece complicado, mas com organização fica fácil ter uma alimentação saudável! É delicioso e faz bem para o corpo e para a alma. Comece você também. Mas, não deixe para segunda feira, comece agora!

beijos, Lau
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...